O que é coagulação por plasma de argônio?

Plasma de argônio é um gás inodoro, inerte e não tóxico capaz de promover a coagulação térmica sem o contato do cateter com a mucosa.

Trata-se de técnica endoscópica aplicada para várias situações na endoscopia digestiva com vantagens como a facilidade de aplicação, rapidez no tratamento de múltiplas lesões e segurança devido à profundidade reduzida da penetração e baixo custo comparado com o laser.

Indicações:
  • Esôfago de Barrett
  • Após polipectomia
  • Varizes de esôfago
  • Úlceras sangrantes
  • Divertículo de Zenker
  • Proctopatia actínica
  • Angiodisplasia
  • Tumores avançados do aparelho digestivo
  • Reganho de peso após cirurgia bariátrica

Preparo e orientações

Favor entrar em contato com a clínica para maiores informações.

Saiba mais

As vantagens teóricas da coagulação por plasma de argônio incluem a facilidade de aplicação, rapidez de tratamento de múltiplas lesões no caso de angiodisplasias em áreas maiores (base de pólipos ressecados ou tumores sangrantes), segurança devido à profundidade reduzida da penetração e baixo custo comparado com o laser.

O coagulador de plasma de argônio é basicamente uma unidade controladora de fluxo de gás argônio que funciona acoplado à unidade eletrocirúrgica. A corrente elétrica produz a ionização do gás que passa a ser o meio condutor da corrente elétrica, formando o plasma de gás argônio. O gás Argônio não é inflamável e o custo de recarga é acessível.

O equipamento para coagulação por plasma de argônio foi usado primeiramente em procedimentos cirúrgicos abertos e laparoscópicos e em 1991, foi adaptado para uso em endoscopia. Desde então tem expandido suas aplicações clínicas no tratamento de várias condições gastrointestinais.

A vantagem teórica do plasma de argônio inclui a facilidade de aplicação, rapidez para tratar lesões múltiplas, como em caso de má-formação vascular arterial e venosa ou aplicação em áreas amplas, tais como a ressecção de grandes pólipos sésseis ou sangramento de tumores.

A energia térmica produz calor superficial de maneira uniforme, com profundidade que vai de 0,5 a 3,0 mm e coagula os vasos superficiais com risco limitado de dano aos tecidos profundos ou perfurações.

Comunicado:
Para saber mais sobre os procedimentos de precaução e recomendações clique aqui.

WhatsApp
Covid-19Para saber sobre os procedimentos, clique aqui.